Os preços mais baixos garantidos para o aluguer de automóveis em mais de 6.000 locais em todo o mundo

 

Os preços mais baixos garantidos para o aluguer de automóveis em mais de 6.000 locais em todo o mundo

 

Reserve seu hotel online

 

 

Você está aqui

Roteiro de 12 dias em Londres e Paris

  • Total de visitas: 1859122
  • Unique Visitors: 242292
  • Registered Users: 3610
  • Last Registered User: melissamanton075
  • Published Nodes: 121
  • Your IP: 3.80.177.176
  • Since: 02/27/2014 - 13:02

Olá viajantes... Segue o roteiro da minha trip de Londres e Paris. Foram 12 dias intensos e ainda ficou faltando muito lugar legal para ir. Espero que ajude a montar o de vocês e desfrutar essas lindas cidades.

1º dia: Chegada a tarde.

- Táxi do aeroporto até o bairro de San Germain des Pres (média de 50 euros). Fazer check in rapidamente e seguir a pé até o Jardim de Luxemburgo, curtir o seu jardim, o lago com os barquinhos e toda sua beleza. Seguir pela Rua Garanciere até a Igreja da Medalha Milagrosa (Saint Sulpice-140, Rue Du Bac).Depois, passear pela Rua Saint Sulpice (paraíso das compras) até a Rua Boulevard Saint German. Por aqui tem uma linda (e enorme) loja da Hermés (Saint Germain).

Jantar: restaurante La Cigalle Recamier (rua Recamier-4) (ver post)

2º dia (sábado)- PARIS-LONDRES

Acordar cedo, desjejum no Café De Flore (Boulevard Saint Germain) e seguir para a CITFARM (a melhor esta neste bairro: entre a Rua Bonaparte e rua Du Four), fica aberta 24h e tem tax free. Muito boa para comprar produtos para pele (La Roche, Vichy, etc), protetores e sabonetes. Bem diferente das farmácias dos EUA tá? Por aqui, os produtos dermatos é que valem a pena. Só isso!

- Se tiver disposto, seguir em direção ao Pantheon e Sourbone fazer uma visita rápida.

Fazer check out as 11:30 e pegar táxi para a estação de trem que sai as 13:13, chegando as 14:39 em LONDRES. Chegar cedo na estação pois tem imigração!!! (ver post)

- Seguir para Convent Garden, local muito animado nos finais de semana. Muitos artistas de rua fazendo apresentações, exposições de produtos artesanais e lojinhas legais (Pylones, por exemplo, com muitas frescurinhas lindas para casa). A loja da Ladereé por aqui não é tão cheia como em Paris e serve um café delicioso na calçada, onde é possível “curtir” o movimento). Tem a imperdível Chanel de makes  que enlouquece as mulheres.  Há vários restaurantes por aqui, além de pubs. Escolha o mais animado e curta o fim do dia.

Bem perto da Bond Street (rua mais cara da Europa – lojas das 10 às 18 hs.  

3º dia (domingo)- LONDRES

- Columbia Road Market (das 8 as 15h aos domingos): apreciar as lindas banquinhas de flores (nesta época é perfeito), além dos inúmeros brechós e lojinhas vintage na Columbia Road.Por aqui, tem diversos pubs, sendo recomendável o The Royal Oak (com seu famoso Sunday Roast).

Distante dali, aproveite o dia e siga de metro até a estação Notting Hill Gate. Curta essa região Notting Hill e seguir pelas ruas cheias de lojnhas de souvenirs até o famoso cinema do filme “Um lugar chamado Notting Hill”- Coronet Cinema. Esse local fica lotado aos domingos. Apesar de bem perto da Portobello Road, que é a avenida principal, a feirinha Portobello não acontece aos domingos. Seguir pela Westbourne Grove e curtir um gastropub (The Ladbroke Arms – 54, Ladbroke Rd, W113NW – Estação Holland Park).

 Passear pelo parque que esta ali bem pertinho – Kensington Gardens e apreciar todas as artes expostas na calçada do parque (quadros lindos e preços bem convidativos).

Depois, se ainda tiver coragem, seguir para a mega loja Harrods -  Chá da tarde/ Ladurée ou restaurante (Endereço: 87-135 Brompton Road, Knightsbridge, London, SW1X 7XL-Estação de metrô: Knightsbridge (Piccadilly Line). Horários: Segunda a sábado, das 10h às 20h. Domingo e feriado, das 11h30 às 18h.

4º dia- LONDRES

- Alugar uma bike e seguir no monumento de Lady Dyane no Hyde Park. Depois seguir para:

- Troca da guarda, as 11:30, no Buckingham Palace (estação do metro mais próxima: Green Park). O melhor lugar para assistir com tranquilidade é nas escadarias da praça.  Seguir o tour com o ônibus HOP ON HOP OFF (há vários deles, fomos no Big Bus. Fizemos inicialmente o circuito vermelho-clássico) - Atenção para pegar ônibus com tradução em português-olhar bandeira. Fizemos os principais pontos turísticos.

Como iniciamos o trajeto ao meio-dia, descemos no Marble Arch e almoçamos pela Oxford Street (sem parar nas lojas!). Voltamos e seguimos até a região de Westminster (Abadia, Big Ben, London Eye, Sea Life Aquarium).  Marque os locais de interesse, visite-o e depois espere o próximo ônibus.

Não percam o Museu de Guerra (War Museum)- gratuito, mas infelizmente está fechado até julho de 2014.

5º dia- LONDRES

Aproveite a validade do ticket do red bus e siga para a Catedral de St Paul’s (vale a pena a visita interna, com fones individuais) e depois seguimos até a Tower Bridge. Depois de fotografar a Tower of London, seguir para o almoço na marina St. Katharine’s dock  (passe por baixo da Tower Bridge). Vários bares, pubs, cafés e restaurantes com vista para a ponte e da margem sul do Tâmisa).

Seguir de metro até a Traflagar Square e apreciar as obras de arte da National Gallery (gratuita). Ande em direção a Leiceste Square (loja enorme da M&Ms) e siga para Chinatown. Fizemos esse trajeto com aquelas bicicletas duplas e por 10 euros visitamos tudo. Paramos na  Piccadilly Circle para curtir seus letreiros luminosos como na Times Square. Na verdade, melhor passar por aqui à noite. Além de mais animado, tudo fica mais bonito.

E, finalmente, siga para Carnaby Street (vários restaurantes e lojas de marcas famosas). Se jogue nas compras por aqui.

Jantar: Burger and Lobster (29 Clarges Rua Mayfair Londres W1J 7EF)-bem pertinho do nosso hotel.

6º dia- LONDRES

Chelsea Flower (exposição de flores que só acontece no mês de maio). Além de muito cara. É preciso comprar ingressos com antecedência.

Camden Town: um bairro muito legal conhecido por suas figuras estranhas (punks), com um super astral. As fachadas das lojas são incríveis e inusitadas. E se der saudade da comidinha brasileira, passe no Restaurante Coco Bamboo e coma nas mesinhas de motocicletas em frente ao rio.

Ótimo local para comprar botas de todos os tipos, basta entrar nas inúmeras lojinhas. Na feirinha que fica ao lado da ponte (Camden Lock), há camisetas estilizadas, objetos retrôs e muita muita muita criatividade.

Seguimos em direção ao SHOPPING WESTFIRLD STRATFORD, que  fica conectado com a estação “Stratford”- apesar de ser o maior shopping da Europa, achei que não vale a pena. Além de longe, o tamanho não me impressionou e nem os preços, claro! Situado no lado Leste da cidade (colado ao Estádio Olímpico)

Com áreas fechadas e abertas (The Street), além de lojas, vários restaurantes e complexo enorme de cinemas. Fácil chegar lá: estação de Stratford (final da Jubilee Line e Circle Lina, no lado Leste) e cruzar a plataforma. Aberto de segunda a sexta, das 10h às 21h; sábado, das 9h às 21h; domingo, das 11h às 17h.Estação: Stratford Regional Station

Para mim, bem melhor seguir direto para a OXFORD STREET: rua de compras. Comece pela Oxford Circus (na verdade uma rótula em que os prédios formam um círculo) e aprecie todas as deslumbrantes vitrines que ficam abertas até as 19h. Perto da Hamleys (loja enorme de brinquedos, com seis andares) tem uma loja de roupas que adoro, com malhas legais e bem leves – Spirit (t-shirt por 10 libras bem leves e bonitas para homens).

Atraída pelo letreiro luminoso: HELLO BEAUTIFUL, paramos na enooooorme loja de departamentos -Selfridge’s (achei melhor que a Harrod’s). Na Esquina com a Great Castle tem a Topshop, além da  Zara, Uniqulo, H&M, Prismarke).

E se quiser, siga pela Piccadilly Street e gaste um pouco mais.

Na Oxford Street tem ainda o St. Christopher´s Place (fica escondido, numa passagem estreita. Rua cheia de bares, pubs e restaurantes – muito legal – Obs: relógio na Oxford é a entrada – quase em frente à estação Bond Street). Adoramos o Marlborough Head (gastropub) para comer o tradicional fish and chips.

Depois, aprecie o anoitecer no restaurante Acqua Kyoto (comida espanhola e japonesa). Um lugar bem legal, com lounge e gente bonita. Comida boa e no horário do almoço e jantar nas segundas, preço fixo mais acessível (ver post)

7º dia- LONDRES-PARIS

Passeio pelo bairro ao redor do hotel, MAYFER, com uma visitinha ao Hard Rock Café e até mesmo curtir o Green Park, vendo o tempo passar nas cadeirinhas verdes expostas no gramado. Deixar o hotel as 11:30 h.

Trem as 13:31 chegando em Paris as 16:47h. Fazer check in.

Seguir em direção ao Trocadero (fotos mais lindas da Torre Eiffel). Na primavera, os dias são longos e só escurece depois das 21:30, então é possível aproveitar muito. Atravessar as fontes de água em direção a torre e subir, quem sabe até jantar no segundo andar ou no topo (mais caro). Tirar foto no carrossel.

8º dia- PARIS

Depois de tomar café num dos inúmeros e deliciosos cafés, pegar ônibus Sigthseeing- na Champs Elysees as 9:40

Ver os pontos e descer na Igreja de Madeleine (escadaria linda de flores), na  Notre Damme (subir até o sino e apreciar a vista). Seguir até o Museu Dorsey e  caminhar até o Jardim de Tuileries. Na lateral desse Jardim, na Rua Rivoli, fica o famosinha Chez Angelina (226, Rue de Rivoli 75001), com seu famoso chocolate quente e Croque madame (funciona das 8-19 hs). Adorei os doces de lá.

Caminhe um pouco pelas lojinhas de souvenirs da Rua Rivoli (comprinhas, perfumes- coisinhas para os cabelos- Cyra Lydo – 22 Rue de Rivoli, 75004) e seguir para o Museu Dorsey, desfrutando de toda sua beleza. Se preferir desvendar o Louvre, reserve algumas horas a depender do se interesse.  

Pegar o ônibus e seguir para Opera Garnier (vale a pena entrar e admirar sua beleza se não puder assistir as apresentações) e Galeria Lafayte (compras): lembre de apresentar seu passaporte brasileiro e ganhar cartão de desconto de 10% válido por dois dias.

9º dia (sábado)- PARIS

Ir a Versalles pela manhã (Ver post explicando como chegar lá).

Na volta, compras na Rua Faubourg Saint Honoré, que fica nas redondezas da Rua Rivoli.

10º dia (domingo)- PARIS

Montmartre: (ir de taxi) passear pela Place Abesses (muro pichado com a frase eu te amo em vários idiomas, lindas fotos), Place des Tertres (pintores de rua) e curtir a movimentação do bairro até a  Igreja Sacre-Couer (além da igreja, apreciar a vista linda da cidade). Desça de Funicular (bondinho) ou nas escadarias boemias. Ande mais um pouco pela região.

Pegue o metrô e siga para MARAIS- Place de Vosges, Place de La Bastille. Curta seu domingo neste agitado bairro.

À noite, espetáculo LIDO, na Champs Elyseés.

11º dia- PARIS

EuroDisney (seguir de RER). Isso era o que estava programado mas, o cansaço bateu e infelizmente não fomos visitar o Mickey. Reformulei o dia e resolvi passear pela margem do Rio Sena à pé, coloquei o cadeado do amor na Ponte das Artes, apreciei o Jardim de Tuileries jogando conversa fora e depois seguimos para a Avenida Montaigne.

O famoso restaurante L’Avenue está nesta rua (End: 41 Avenue Montaigne) e é disputadíssimo (precisa de reserva). Recomendado para almoçar do lado de fora apreciando o desfile de modas da região.  

Seguir para a FNAC Ternes – Avenue dês Ternes, 26-30 75017. Perto do Arco do Triunfo dá para ir a pé da Champs Elysées (Metrô Ternes, Linha 02). Não abre aos domingos. A Avenue de Ternes é uma rua de comércio movimentada.

12º dia- PARIS-BRASIL

Curtir a Champs Elysees, com suas lojas e restaurantes. Sephora, Zara, Disney Store, Adidas, Louis Vitton, Cartier, dentre outras dezenas de marcas famosas. Subir o Arco do Triunfo e guardar na memória esta vista linda da cidade Luz.

Almoco no L`Atelier de Joel Robuchon (2 estrelas Michelin) e aproveitar o menu fixo neste horário. Melhor reservar ou se preferir, ficar no balcão “assistindo” a montagem dos pratos. Encerre com o cafezinho e chocolates com “pó de ouro”.

Check out e seguir para o aeroporto com antecedência para receber o tax free, imigração ...

Au revoir... bye bye!!!

Categorias: 
Meus destinos
Posts relacionados: 

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para testar se você é um humano ou não para prevenir envios automáticos.
Image CAPTCHA
Enter the characters shown in the image.