Os preços mais baixos garantidos para o aluguer de automóveis em mais de 6.000 locais em todo o mundo

 

Os preços mais baixos garantidos para o aluguer de automóveis em mais de 6.000 locais em todo o mundo

 

Reserve seu hotel online

 

 

Você está aqui

HOLANDA: uma visita ao parque de flores Keukenhof (Lisse).

  • Total de visitas: 1304787
  • Unique Visitors: 201025
  • Registered Users: 3266
  • Last Registered User: kerriewest51854230
  • Published Nodes: 115
  • Your IP: 54.158.198.141
  • Since: 02/27/2014 - 13:02

Olá viajantes...tenho inúmeras novidades para vocês depois de uma super viagem pela Europa. E dessa vez, escrevi meus posts como diários, no momento em que estava curtindo cada lugarzinho que vou guardar para sempre na memória.

 Por isso, vou começar por minha razão dessa trip: o famoso parque das flores da Holanda: KEUKENHOF.

Que lugar incrível, com todas aquelas cores e tipos de flores que jamais sonharia em conhecer. Espero que vocês sintam minha alegria e emoção desse dia...

 Comecei seguindo as dicas para chegar até ele, da forma mais fácil e barata para mim. Adorei o blog do brasileiro ducsmsterdam.net que me ajudou muito a montar meu roteiro e sonhar com esse dia.

Previamente, comprei nossos ingressos através desse blog (16 euros ou 50 euros com o transfer saindo da Central Station de Amsterda-não vale a pena), imprimi os tickets em casa (não precisa marcar o dia pois é válido dentro daquela temporada, de das 8 às 19:30h) e segui para o aeroporto de Amsterdã até o setor que ônibus gratuitos saem em direção ao Parque Keukenhof.

- Como chegar no parque: siga até o aeroporto (Schiphol) de trem. Não se preocupe com horário, pois tem vários ao longo do dia mas se programe para ir cedo. Vá até o terminal 4 (Arrivals 4) no sentido do aeroporto (porque lá também é estação de trem) em busca do ônibus 858. Procure uma saída ao lado de um Starbucks que é muito fácil de achar. Todos no aeroporto saberão indicar esta saída para o parque.

Mas atenção: você somente poderá utilizar este transporte gratuito se já estiver com o ticket do parque em mãos pois eles cobram na entrada. Se ainda não o possui, siga até o tourist office do Schiphol e compre lá. Mas achei ótimo comprar pelo blog e não enfrentar filas.

 Depois de quase 1 hora (havia reforma na pista), chegamos em Lisse (isso mesmo, a maior atração da primavera da Holanda não fica em Amsterdã), e já pude ver alguns campos de flores bem de longe. Emocão... nem acreditava que depois de três anos sonhando com esse lugar estava exatamente aqui.

 Essa cidade fica na região conhecida como Bollenstreenk (rota das flores) e há vários passeios de bicicleta que incluem visita ao parque, como o feito entre Haarlem e Leiden (passando por campos de flores e cidadezinhas pitorescas). Uma próxima vez, certamente farei isso.  O bus para em frente ao pórtico do parque e já apreciando os inúmeros canteiros de tulipas, fui conhecer o local. Deslumbrante!!!

 Incrível saber que esse lindo parque é preparado para os amantes das flores. São plantados milhares de bulbos por ano exclusivamente para que a primavera seja incrível por aqui. Um espaço enorme, com canteiros coloridos, jardins desenhados por profissionais especializados e gente, muita gente apreciando tudo isso.

 Queria tirar fotos com todas as flores...não conseguia fechar a boca por um segundo. Um sonhooooooooooo. Meu sonhooooo.

Apesar de ter criado uma imagem na minha cabeça de que as tulipas seriam tão altas como o girassóis (doidice mesmo minha), não tem como não se deslumbrar com aquele colorido.  As tulipas com duas cores foram as minhas favoritas, mas as vermelhas, rosas, laranjas e tantas outras tonalidades me deixaram embasbacadas. E havia muitas mudas, o que garante a prorrogação dessa visitação com belos cenários. Siga o mapinha do parque ou não conseguirá ver tudo. Não achei muita graça nos pavilhões cobertos, a não ser para tirar as selfies nos locais programados para isso.

Almoçamos por ali (num restaurante de comida a quilo bem mais ou menos e caro), e depois subimos o moinho, para apreciar os campos de longe.

Mas eu queria mais!!! Meu sonho estava todo guardado na minha memória e queria por inteiro.

Depois de comprar souvenirs do parque (só vende por aqui mesmo viu?), e termos passado umas 4 horas no parque, depois de milhares de fotos de todos os ângulos, saímos do local em direção ao estacionamento para alugar bicicleta e curtir ainda mais.Fácil de localizar um stand próprio para isso, preenchemos uma rápida ficha e por 10 euros, com o mapa em mãos, seguimos para descobrir a cidade das tulipas. Tem percursos de 5, 10 e 25KM que você não precisa escolher já que todos tem a mesma direção, traçados no mapa. Com uma breve explicação fomos pedalando para o lado direito da pista. Não precisa de guias, é fácil e há várias pessoas fazendo os trajetos.

O local tem uma ótima ciclovia e seguindo pelo lado direito, em poucos minutos vimos uma bifurcação e entramos numa “cancela” no lado esquerdo e vimos o primeiro campo de flores. Isso era o que eu queria ver!!! Mais que o parque das flores, achei o lugar incrível com seus “tapetes” coloridos de flores. E não é tão difícil de achar não, basta ficar atento. Você tem que sair da ciclovia e pagar um curto espaço de estrada de chão, bem calma e cuidada.

Ficamos ali parados... vendo uma imagem que parecia tão distante...impressionante, incrível, emocionante...sem palavras para descrever minha alegria!!!

Depois voltamos par a ciclovia, atravessamos a rua e numa outra propriedade, vimos os campos de tulipas vermelhas. O trator cortando as flores dava um aperto no coração, já que eles só se interessam pelos bulbos para exportação. No caminho, os produtores vendem tulipas a um euro (pena que não da para levar na mala).

A cidade é bem rural, e não vimos lojinhas, apenas dois cafés pelo caminho. Na volta, percebemos vários trailers parados numa grande estrada de chão, ao lado de outros lindos campos de flores e não pensamos duas vezes para descobrirmos o caminho até lá. Super estrutura para quem gostar desse estilo de viagem, com banheiros, mesas e energia disponibilizada para esse veículos e uma vista deslumbrante e inesquecível.

 Voltamos para o estacionamento, devolvemos as bikes, esperamos o ônibus no ponto que chegamos (o último sai as 18h) e voltamos para Amsterdã com um sorriso bobo no rosto.

Tão bom poder realizar sonhos...neste dia fui dormir ainda mais grata à Deus pelas oportunidades que me concebe.

 

Espero que vocês gostem tanto quanto eu... voltaria toda primavera!

Mas se vocês ainda quiserem aproveitar essa maravilha esse ano, corram porque o parque só fica aberto até o próximo dia 20/05/2015.

 

Amei....

 

Categorias: 
Meus destinos

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para testar se você é um humano ou não para prevenir envios automáticos.
Image CAPTCHA
Enter the characters shown in the image.