Os preços mais baixos garantidos para o aluguer de automóveis em mais de 6.000 locais em todo o mundo

 

Os preços mais baixos garantidos para o aluguer de automóveis em mais de 6.000 locais em todo o mundo

 

Reserve seu hotel online

 

 

Você está aqui

BAHIA-Praia do Forte (meu paraíso)

  • Total de visitas: 1798268
  • Unique Visitors: 238313
  • Registered Users: 3585
  • Last Registered User: tylerdumolo162094
  • Published Nodes: 120
  • Your IP: 54.224.150.24
  • Since: 02/27/2014 - 13:02
o meu paraíso

É quase impossível ir a Salvador e não dar uma fugidinha para a Praia do Forte...amoooooo.E aí, lá se vão mais dicas para curtir o verão.Para quem não conhece, a Praia do Forte, conhecida como “polinésia brasileira”, está no município de Mata de São João, localizada a 50 km do aeroporto internacional de Salvador.Separei algumas dicas imperdíveis nesse paraíso. O ideal é passar pelo menos duas noites por aqui, mas se tiver mais tempo, vale super a pena curtir esse local com calma...só na maresia. DICAS DA PRAIA DO FORTE:

  • Assim que chegarem por aqui, deixem o carro de lado e aproveitem para caminhar, sem pressa. E se bater o cansaço...pegar um teco-teco (transporte local) é a solução. Outra opção é pegar uma bike "coletiva". Um passeio de 20 minutos pela vila de bike para quatro pessoas custa, em média, R$ 20,00 (vinte reais).

 

  • Visitem o projeto Tamar que fica na praia, no fim de tarde, funciona ate às 17 horas. Para visitação é necessário pagar R$ 16,00 (R$ 8,00 meia entrada). O calor é grande e o visual fica mais bonito com o sol baixo.
  • Comam o bolinho de peixe no local (R$ 3,00 a unidade), logo na entrada do projeto, no bar do Souza (a entrada para o bar custa R$ 2,00). É diferente de todos os bolinhos que já comi, além de ser curiosamente verde (maravilhosoooooo)! Tem um restaurante do Souza (bem maior) logo na entrada da vila também, além dos bolinhos de peixe, as moquecas são impagáveis e fartas.
  • Visitem o museu das baleias Jubarte – suuuuper interessante. Há um passeio que leva até o alto mar pra ver (nunca fui).
  • Castelo Garcia D’ávila, vale pela vista....a reserva da Sapiranga...quem gosta de mato e bicho, é legal, com reabilitação de animais....muitas plantas....Não apareça na cachoeira, que na verdade parece um córrego...você anda muito, o acesso é terrível e a cachoeira pior ainda. Esqueçam!!!
  • Passeiem muito na vila à tarde e à noite (não passa carro nesta área). Pela manhã nem apareçam pois o calor é insuportável e quebra o encanto do local que além de restaurantes tem vááááárias lojas de artesanatos e grifes famosas.Show!
  •  Praia do Papa-gente e do Lord. Seguindo no sentido do Projeto Tamar, ou seja, à esquerda da Igrejinha, você anda por mais duas curvas na areia. Só vale a pena ir quando a maré estiver seca, pois aparecem as piscinas naturais...lindo demais. Lá eles alugam óculos, respiradores e barracas. Só tem acarajé, bebidas e queijinho. Não tem bar estruturado. Não deixem de ir. A opção de quem não quer ir a pé, e caminhar uns 20 minutos, é pegar um táxi local (que na verdade é uma bicicleta) e ir até um determinado ponto por dentro, mas chegando lá caminha do mesmo jeito, só que por dentro dos matos. Deixem de preguiça e vão caminhando. Vale a pena!!!!
  • As comidinhas do Forte são especiais, encontra-se de tudo neste lugarzinho do mundo: O japonês é muito bom, lindo para ir a noite (Kasato Maru). No Mundo Bluu, a pizza é uma delícia, assim como as pastas e a bruscchetas (entrada). Em frente ao Mundo Bluu tem um restaurante de um italiano, Taverna Paradiso que é perfeito. A tábua de frios, a pizza e as massas são maravilhosas. Não vá ao italiano num andar superior, ele é um grosso e a comida é péssima.O restaurante Terra Brasil também é bom, comida internacional.
  • Os barzinhos da praia servem de tudo e o almoço da primeira barraca da direita (procure a baiana Nil), que agora é um bar, é ótimo. Experimentem a pititinga (peixe frito de tira-gosto) e a moqueca de peixe.O preço é mais em conta.
  • O café tango tem tortas deliciosas. Preparem os bolsos....O café é igualmente delicioso.
  • Alugar bikes para passear pelas praias e pela vila é uma opção massa. Tem passeio de quadricículo também.
  • Conhecer o Tivoli Eco Resort: eles abrem para visitações às 11 e as 16hs....o lugar é lindo. Pra mim, é o the best da categoria!!! A hospedagem é super recomendada.
  • Comidas típicas, além do restaurante do Souza, tem o do Zequinha.
  • O beiju da casa da tapioca, no meio da vila, é muiiiiito bom.
  • À noite, a maioria dos bares têm música ao vivo, voz e violão. Muito agradável. Na vila sempre há shows folclóricos e demonstração da cultura local, como capoeira.

 *** Super recomendo as pousadas Ogum Marinho (com piscina e ótima estrutura); Casa da Praia (aconchegante e agradável - falar com a simpática e gente boa Aline; hotel Eco Atlântico (uma estrutura bem legal para crianças e piscina) e a pousada Refúgio da Vila, que faz parte do roteiro de charme (muito organizada, com um certo requinte). Todas com excelente localização, próximas a praia e a vila. Melhor impossível.      Além disso, é só aproveitar aquele marzão verde e relaxar!!!! Espero que se divirtam e se apaixonem pelo meu lugarzinho no mundo (e do meu marido também)... bom demaaaaaais!!! 

Categorias: 
Meus destinos

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para testar se você é um humano ou não para prevenir envios automáticos.
Image CAPTCHA
Enter the characters shown in the image.