Os preços mais baixos garantidos para o aluguer de automóveis em mais de 6.000 locais em todo o mundo

 

Os preços mais baixos garantidos para o aluguer de automóveis em mais de 6.000 locais em todo o mundo

 

Reserve seu hotel online

 

 

Você está aqui

Julho 2017

  • Total de visitas: 1438810
  • Unique Visitors: 210670
  • Registered Users: 3418
  • Last Registered User: leonorafalbo86805992
  • Published Nodes: 115
  • Your IP: 54.162.164.86
  • Since: 02/27/2014 - 13:02

Chile: Cajón del Maipo (por Luiza Anhê-Aracaju/SE)

Ótima opção para um bate-e-volta partindo de Santiago

Olá viajantes...progamando minhas férias cujo destino será o Chile, recebi essa dica incrível da amiga de minha filha, Luiza, que amou aquele País e já tá com vontade de voltar. Sempre há coisas a descobrir, mesmo para aqueles que não são amantes dos esportes de inverso. Adorei garota, e espero que vocês também fiquem com água na boca...

"Cajón del Maipo – Embalse el Yeso

 

Bom, já havíamos visto na internet alguns posts sobre o Cajón del Maipo, mas muitos diziam que era um lugar de difícil acesso, e achamos que não valeria a pena.

Porém, no nosso primeiro dia em Santiago, durante a troca da guarda no Palácio La Moneda, encontramos o Marco Antonio, guia do Destino Chile, e assim que falamos que não queríamos esquiar, ele nos indicou prontamente o passeio para Cajón del Maipo.

Sem dúvida a melhor opção, o lugar é simplesmente maravilhoso!

O nosso guia não falava português, mas era fácil entende-lo, seu nome era Victor, um senhor muito gentil e animado. O tour começa cedo, 7:00 da manhã, já que o Embalse, esse lago no meio das montanhas, é um pouco distante de Santiago, mas o caminho já é uma atração a parte.

 

Paramos para alugar roupas, e é muito importante, além das roupas, se necessário, alugar botas para neve e bastões de caminhada, porque para chegar ao Embalse el Yeso é preciso caminhar por uns 20/30 min e o caminho tem bastante neve.

Depois de alugarmos os acessórios necessários, um pouco mais a frente, paramos para passar por um túnel com cerca de 500m, onde antes passava uma ferrovia, o guia nos deixou de um lado e nos buscou do outro, para que atravessássemos sozinhos. Quanto a história desse túnel, eu deixo que vocês descubram lá.

Fizemos mais uma parada para fotos e depois fomos para o Embalse el Yeso, haviam banheiros no começo da trilha e no meio, mas são banheiros químicos, no meio também haviam alguns carrinhos com empanadas e algumas comidas.

Chegamos finalmente ao Embalse, um dos lugares mais lindos que já vi na vida, tente ficar um pouco em silencio e “conversar com as montanhas”, como disse o nosso guia, é incrível.

 

 

Fomos pra lá num dia de muito Sol, então a neve foi derretendo e alguns tiveram dificuldade em andar até o Embalse, porque estava bem escorregadio, então prepare-se para se sujar, porque você pode escorregar. Eu não tive problemas, mas vi várias pessoas escorregando e caindo.

Nosso guia nos deu duas horas para ver tudo e voltar para o ponto em que ele havia nos deixado, mas por conta do derretimento da neve levamos quase três horas. Converse com o guia para ficar por cerca de três horas também, assim dá para aproveitar melhor o lugar.

Ao voltar para o ponto de encontro, o nosso guia nos esperava (preocupado e) com queijo, salame, azeitonas, batatinhas, amendoins e claro, vinho.

 

Depois desse pequeno piquenique paramos na volta para comer empanadas, devolvemos os acessórios alugados e voltamos pra Santiago. O passeio durou o dia todo, o trânsito na volta é intenso, então, se for deixar alguma reserva em restaurante ou algo programado, deixe para mais tarde.

Por fim, duas coisas super importantes!

Primeiro, nós pegamos um dia quente, então o caminho foi tranquilo, mas não se aventure a pegar um carro e ir sozinho, o caminho tem várias curvas, e se estiver cheio de neve dificulta ainda mais as coisas, vá com uma agencia, tem várias em Santiago, e você poderá fazer o seu passeio com mais tranquilidade.

Segundo, fomos num sábado de manhã, vá durante a semana, os chilenos adoram esse passeio e vão com seus carros fazer piqueniques lá. Então, na hora de voltar para o ponto de encontro depois da caminhada até o Embalse, havia muita gente, e muitos carros, acho que seria mais agradável ir em um dia não tão tumultuado."

Adorei a dica...doida para conhecer.

 

Chile- Portillo.

Olá viajantes... Estivemos em Portillo (mais ou menos duas horas da capital chilena) há alguns anos, num bate-volta de Santiago.Dessa vez, em julho de 2016,diante da total falta de neve em Nevados de Chillan, que era nosso destino, refizemos nosso roteiro e voltamos a Portillo.

Inicialmente, fiz buscas na internet e constatei que só havia opções de 7 ou 4 noites, com refeições inclusas e ticket para esquiar. Não poderíamos ficar as 4 noites então, colocamos as malas no carro e decidimos arriscar a hospedagem.

Pesquisei umas cidades próximas e  vi que Los Andes está a 60Km de Portillo e um lugarejo bem simples, Guardia Vieja, estava ainda mais perto de Portillo (20 Km)

Melhor subir e arriscar um lugarzinho no hotel Portillo, desde que tenha espírito aventureiro e esteja preparada para uma recusa...ta ok!

Realmente é caro, por ser único, por ser longe, por ser lindooooo... Mas fizemos umas contas para vocês e tenho certeza que vão achar um pouco mais em conta!!! 

  • day use sem ser hóspede:

Aluguel de equipamento completo: $27.000 (U$ 42):

Ticket de esqui: $42.000 em alta estação ou $ 31.000 em baixa

Obs. Considere-se alta estação a partir de 02/07 até 05/2016, sábados domingos e feriados.

Se for com almoço incluso, os preços aumentam:

$ 50.500 e $ 39.500, respectivamente

Importante lembrar que em Portillo não aluga roupa para a neve, apenas equipamentos. Suba a montanha previnda e se não tiver as roupas adequadas, pode alugar em lojas especializadas, como a SKi total que sempre indico.

Veja site oficial:www.skiportillo.com

 

 

Aqui no Chile sempre vale pedir descontos. Sério mesmo! Conseguimos o equipamento para usar meio dia no mesmo valor do Kids:$21.000 (U$32), completo e com capacete.

O ticket de meio dia sai $34.000 (U$ 52)

  • despesas para hóspedes:

1 diária na hospedaria, com banheiro coletivo, sai a U$ 140. Com banheiro privativo, sai a U$ 240.

Ambos dão direito a 4 refeições (almoço do dia que entra, lanche, jantar e café da manhã do dia de saída), além dos Tickets pra esquiar no dia de entrada e no da saída.

Além do banheiro privativo, a diferença da hospedagem é na alimentação: as refeições da mais barata são feitas no 1. Andar, tipo self service. Já do octogono, são no 2. Andar, tipo gourmet.

Essas acomodações ficam atrás do hotel, mas dão acesso a todos os serviços dele, inclusive a piscina térmica, aulas coletivas e outros benefícios ...mas não se assutem porque o quarto é beeeeem pequenininho. Com beliches e um pequeno espaço para acomodar as bagagens, pequeno mesmo, Mas vale demais! É muito incrível dormir na montanha, ver o entardecer diferente e aquela neve branquinha brilhando nos primeiros raios de sol. Sempre recomendo! Mesmo sem tanto (ou quase nenhum) conforto assim kkk


Mas se estiver disposto a se hospedar com mais conforto, o hotel Portal do Sol te encherá de mimos e diversas ativdades ao longo do dia. Tipo os resorts do nordeste.

Vamos as pistas!!! Só para lembrar que sou esquiadora iniciante mesmo e ando medrosa ... Esta minhas pistas são verdes e algumas azuis.

Não passo disso.

Então vou dar minha opinião sobre elas...

Não há bondinhos por aqui, só teleféricos e lefts.

Você já sai do hotel esquiando e pega o teleférico até a pista ... 

Sai para o lado esquerdo e segue a pista verde, que no meu ponto de vista é azul. Elas se cruzam toda hora e segundo meus filhos, que esquiam beeeeem melhor que eu, as pistas azuis são sucesso!!!

As pistas são lisinhas, bem cuidadas mas não tão bem sinalizadas . 

Das pistas azuis, tem uma gigaaaante que passa pelas vias rodoviárias (los zorros) e 3 das 3 verdes eu adorei uma , tipo caminhozinho sem muito declive, chamada Bajada Del tren que passa por um túnel que registra ser Portillo a estação mais antiga do Chile, funcionando desde 1910!!!! Fiquei imaginando como era esquiar naquela época... Os equipamentos, a estrutura... 

 

Sai de lá com o sorriso no rosto dos dias lindos que curtimos e a certeza de que vale muito a pena ficar hospedado por aqui. pois me encantou muito esquiar em Portillo.

Se fosse recomendar um roteiro, diria para seguir viagem, cruzar a fronteira e parar em Mendoza (ou vice-versa), que fica a menos de 200km daqui. Uma amiga chegou de lá essa semana e adorou!!!! 

Escolha a forma que te agrada e cabe no seu bolso e caia na pista. Garanto que vai adorar.

Uma opção baratinha pelo caminho, em Rio Blanco, é a cabana e restaurante Omega. Na beira da pista - camino Internacional km 34( restauranteomega1@gmail.com). Custa $6.000 por pessoa que fica a pouco menos de meia hora da estação Portillo, numa pista boa.

Em Guarda Vieja, quase 3 km adiante ,tem uma hospedaria lá ventiqueros, na beira da estrada Tb, depois de  km, $8.500 por pessoa . Um lugar bem ruinzinho que não vale a pena nem passar perto kkkk.

 

Ah! Programe-se para no caminho de volta, relaxar no Hotel del Valle (Enjoy Santiago), a 60Km da capital Chilena, e curta o Cassino e todas as mordomias do lugar e seu delicioso SPA, como já postei aqui. Consegui uma diária por U$ 110,00 o casal, com café da manha incluso (pelo site do Booking) e amei.

 

Volto cada vez mais apaixonada por esse País e sempre querendo descobrir seus encantos, com preços acessíveis para a maioria dos mortais.

Até breve Chile!