Os preços mais baixos garantidos para o aluguer de automóveis em mais de 6.000 locais em todo o mundo

 

Os preços mais baixos garantidos para o aluguer de automóveis em mais de 6.000 locais em todo o mundo

 

Reserve seu hotel online

 

 

Você está aqui

Outubro 2013

  • Total de visitas: 1438807
  • Unique Visitors: 210670
  • Registered Users: 3418
  • Last Registered User: leonorafalbo86805992
  • Published Nodes: 115
  • Your IP: 54.162.164.86
  • Since: 02/27/2014 - 13:02

SÃO PAULO- BAR SKYE: the night is red.

Olá viajantes…que São Paulo tem inúmeras opções de lazer todo mundo sabe. Mas numa passadinha por aqui não tem como não separar alguns locais imperdíveis, uma wish list mesmo!!!

Como não sou muito de balada, nem de saídas noturnas por aqui (a não ser os teatros que são fundamentais), escolhi reservar uma noite para o bar SKYE, no terraço do Hotel Unique (www.hotelunique.com.br), situado no bairro Jardim Paulista. E não me arrependi: o lugar é lindoooooooooo.

Já tinha lido em váááários blogs e comentários que o restaurante é super badalado e caro também... então nem me atrevi (rsrsrsrs). Subi o elevador panorâmico privativo para o terraço, passei direto pelo restrô - dei uma olhadinha básica nos pratos e nos clientes, tudo muito chique, muito bonito...e segui meu caminho até a luz...isso mesmo: até a iluminação vermelha tão famosinha e conhecida. Aliás...bem menos intensa que nas fotos.

Na parte coberta do bar, tem algumas poucas mesinhas e o DJ, que está por lá diariamente a partir das 21h. A entrada é gratuita e não tem couvert artístico.

O lugar mais legal para ficar é no deck da piscina, com aquela vista lindaaaaaa da cidade que não para nunca. E por não ser tão alto (o terraço está no 7º andar), fica bem fácil identificar os lindos prédios, o parque Ibirapuera...

Mas esse lugar só fica perfeito em noites menos frias...com 16 graus e sensação térmica menor ainda...melhor chegar cedo e disputar uma das mesinhas internas. Como não tivemos essa sorte, apesar de chegarmos as 20:15h, escolhemos a última mesa, colaaaaada num aquecedor e curtimos muito. A música de excelente qualidade e numa altura perfeita para conversar, a piscina iluminada (red), pessoas bem vestidas e na mesma faixa etária que a nossa, atendimento de primeira e um cardápio muito legal. De sushi à pizza servida à francesa (aos pedacinhos)- muito gostosinho. Os preços não são nenhum absurdo, mas também não são baratos. Vejam aí o cardápio do bar para não serem surpreendidos, lembrando que esses preços são de outubro de 2013.

O frio nos fez ir embora muito mais cedo do que gostaríamos e ficou o gostinho de quero mais, principalmente porque o garçom (gente boa) nos garantiu que o por do sol é lindo no meio dessa selva de pedras.

Com certeza voltarei no sunset...depois conto para vocês. 

Exposição de Cazuza no Museu da Língua Portuguesa

Olá viajantes...como fã e estando em São Paulo, não tinha como perder a exposição Cazuza: mostra sua cara! 

Até fevereiro de 2014, é possível matar um pouco da saudade desse poeta que foi embora cedo demais, no Museu da Língua Portuguesa, situado na Estação da Luz, na capital paulista. Às terças e sábados a entrada é gratuita e nos demais dias, custa apenas R$ 6,00 (seis reais). Reserve pelo menos uma hora e meia para uma visitinha. Mas hoje quero contar para vocês o que achei da exposição deste mestre do pop-rock nacional.

Confesso que já subi até o primeiro andar feliz porque dentro do elevador rolam músicas do homenageado, já para entrarmos no clima. Quando as portas abrem, enormes letras vermelhas formam o nome dele, e os rostos das pessoas comuns, "tatuadas" com frases de músicas marcantes e inesquecíveis estampam o hall desta expo. A partir daí...um pouco de decepção. Isso mesmo...esperava muito mais!!! Vou tentar descrever minha experiência ao visitar os oito espaços destinados a esse cara.

Passamos um caminho escuro onde tem uma projeção da experiênca literária que muito influenciou sua música. Achei muito legal a comparação que fizeram das letras das músicas com alguns poemas nacionais, de vários escritores como Clarice Lispector (fiquei sabendo que ele gostava tanto que leu uma de suas obras 120 vezes!!!) e outros. A partir daí compreendi porque Cazuza estava neste Museu da Língua Portuguesa...não só pela beleza de suas letras, mas pela influência dos grandes mestres do nosso idioma.

Depois seguimos para uma espécie de túnel com efeitos de luz e músicas beeeem altas, com mixagens bem legais dos maiores sucessos...o som alcança a alma.

O próximo passo é seguir para uma sala com monitores que retratam a linha do tempo que relacionam os momentos importantes da nossa história com a vida do astro. Neste ponto, achei que deveriam relacionar suas músicas à história...enfim.

Depois, vamos para outro cômodo em que amigos, famosos e estudiosos descrevem o cantor e suas influências. Seguimos para uma parte beeeeem "massa", numa sala com um microfone num pedestal em que os visitantes podem "cantar" seus hinos. Minha segunda crítica: um Karaokê legal se não fossem as imagens que, não sei porque, não eram do roqueiro e nem dos seus clipes...meros desenhinhos que para mim não fizeram sentido algum!

Depois, alguns pequenos balcões com fones e letras impressas das músicas. Escolha alguma ou algumas delas e curta por um tempo...feche os olhos e se sinta num show... aquele que infelizmente nunca pude assistir!

Outro ponto legal fica numa sala com fotos gigantes deste poeta irreverente, com reproduções dos seus escritos onde é possível escolher uma palavra e ouvir o que ele tem a dizer sobre isso. Vê-lo do início de sua carreira esbanjando saúde e no final da vida...com o ar ainda mais rebelde...emociona! E aí seguimos por um corredor com alguns poucos pertences deste mestre da língua portuguesa, onde seu inseparável allstar, óculos ryban e a bandana usada na sua fase terminal nos deixa um pouco mais perto dele (além de suas escovas de dentes também expostas). Pouco demais!!!

Ahhhhh! E não saia sem registrar sua visita e tirar uma foto com um dos váááários trechos das músicas mais famosinhas do cantor, o qual ficará "tatuado" em você. Eles mandam na mesma hora para nosso email.  

Achei que valeu...pelas lembranças e por toda a sua história. E ainda pela lição aos que não puderam desfrutar daquele período em que os jovens "bebiam" e "comiam" coisas boas...e outras nem tanto assim. Depois dessa... quero Renato Russo por aqui também!

São Paulo sempre me surpreende...

 

 

 

Chegando em São Paulo-transporte no aeroporto

Olá viajantes...para quem chega em São Paulo pelo aeroporto de Guarulhos (Cumbica) lá vai uma dica super econômica: pegar os transportes gratuitos das empresas aéreas Tam e Gol. 
É beeeeeem fácil, rápido e seguro!

Ao sair do desembarque, siga pelo lado de fora do aeroporto no sentido dos carros (vire a direita na calcada).
Logo avistará um terminal de ônibus pago, que por R$36,50 pode te levar para vários lugares na terra da Garoa: aeroporto Congonhas, Praça Republica, terminais rodoviários Tietê e da barra Funda, Itaim Bibi, circuitos dos hotéis paulista/Augusta e metro Tatuape.
Maiores informações no site: www.emtu.sp.gov.br


Mas se não quiser gastar, ande mais um pouquinho e na pista do meio, apresente os tickets do vôo e suba nos ônibus credenciados da tam e gol( eles tem a logomarca da empresa). Os horários são regulares e coincidem (claro) com os dos vôos. Eles fazem o trajeto aeroporto Guarulhos- Congonhas e vice-versa.


Nada mal começar uma trip economizando hein?

Amsterdã, Berlim e Praga...lugares e comidas imperdíveis (by Karine Barbosa).

Sabem aquelas coisas que a gente curte muito em viagens e não queremos esquecer de tão boas? Pois é... a super viajada Kaká, junto com seu maridinho Murilo, colocaram nosso blog na mala e carregaram todas as dicas imperdíveis destes três lugares e foram contando para gente, “ao vivo”, o que mais gostaram. Amei!!!

“É um prazer, mais uma vez, fazer um post para minha amiga querida Belle. Somos loucas por viagem e dividir boas e loucuras de viagem é sempre bom! Passei por três cidades lindas e quero compartilhar com vocês alguns lugares super legais.

AMSTERDÃ

Já começamos super bem escolher o Radisson Blue Hotel, além de ser lindo e confortável, tem uma super localização. Fizemos a maioria das coisas a pé. Chegamos à noite e fomos no Rembrantplin – super divertido para ir no final de tarde ou a noite. Vários bares, restaurantes e pubs. A famosa Red Ligth Disctrict é imperdível... realmente como vemos nos filmes e revistas. É proibido tirar fotos das mulheres nas vitrines (não esqueçam, pois sua câmara pode ser confiscada).

Fazer passeio de barco pelos canais de Amsterdã é bem turistão, mas...valeu! Na Praça Dam fica o Palácio Real, a Igreja Gótica, o Monumento Nacional pelas vítimas da 2ª.guerra e a loja de departamento Bijenkorf (desde 1914). Adorei visitar a casa de Anne Frank (leia um pouco sobre ela ou algumas de suas obras antes). Super interessante.

Restaurantes:almoçar no Brigdes é um presente da vista de um dos canais mais antigos de Amsterdã, degustando frutos do mar frescos vindo de todas as nacionalidades (Oudezijds Vooburgwall, 197). O Incanto é show!!! Restaurante agradável e comida saborosa demais. Pedimos o Chef menu, que são 4 pratos e amamos!!! (Amstel 2,  1017).

Outros restrôs (não fomos, mas recebemos ótimas recomendações): La Rive, De Kas, Beddingtons, Visaandeschelde e Momo.

O museu de Van Gogh fica no Museumplein. Vale conhecer suas obras pessoalmente. Sou super fã! O restaurante do museu- Le Tambourin é o máximo!!! Saladas deliciosas e sanduíches, além de mudas de temperos naturais por todos os cantos.

Se você é como eu e sempre deseja um bom japinha em qualquer lugar que esteja, o Yamazato é delicioso (fica no Hotel Okura).
Não pedalamos por falta de tempo, mas quero muito voltar para ter esse prazer. Pedalar é a cara de Amsterdã e, com certeza, o principal meio de transporte dos locais.

BERLIM:

Ficamos no Grand Hyatt Berlin, super top,  moderno e ótima localização. Começamos almoçando no Sony Center que é um dos pontos turísticos da Berlin Ocidental. Comemos em um tradicional alemão que, apesar de não gostar muito, valeu ter ido. Sempre bom uma comidinha local, o restaurante  Lindenbrau é legal, tem a vista para o Sony Center.

Berlin tem vários pontos turísticos, muita história, passou por diversas guerras e governantes, então achamos válido contratar um Private tour. Gente... indiscutível, fez total diferença na nossa viagem. O nome da guia é Marta, brasileira de BH e mora em Berlim há 30 anos (conhece muitoooo). Ela também faz tour com grupos. Pagamos $120 euros, mas o que parece caro, torna-se barato pela quantidade de histórias e curiosidades que aprendemos. Foi uma aula prática de História.  Para contratá-la:  portugues@viveberlintours.de

Imperdível o jantar no Tausend. Restaurante e bar com uma galera super cool de Berlin (não se assuste com a entrada, dentro é muito legal). Fica na Scheffbauerdamm, 11.

O Bocca di Bacco, apesar da fama, não foi dos melhores. Mas tem a vantagem de ser em frente a Galeria Lafayette, que fica numa rua beeeem comercial de Berlin e, também, por funcionar a tarde toda. Chegamos as 16:00h e almoçamos, o que é raro em restaurantes.  Valeu pela Burrata de entrada, tava top!

Compras: Kadewe, segunda maior loja de departamento da Europa. Na mesma avenida tem várias lojas e bares. Adorei!  A  Rua Kudamm concentra as lojas de grifes. A tradicional Galeria Lafayette fica em outro local, mas também muito legal conhecer. A loja é linda, com direito a Torre Eiffel suspensa no meio da loja (Fredrichstrabe, 76/78).

Rest Royal Grill, super top (considerado o melhor fillet de Berlin). Fomos a noite, mas também rola ir no almoço. Tem umas mesas out, com vista para o Rio. O restrô é super bombado, vale fazer reserva.
É muito legal passear no bairro judeu. A sinagoga é linda e o bairro tem vários restrôs e lojinhas legais. Tomar uma Berliner na margem do Rio Spree... Lindo entardecer e super badalado a noite, Bar 25.

Não fomos,mas tivemos ótimas recomendações: Solar (vista linda de Berlin) e Katz Orange ( super badalado)

PRAGA

Já na chegada dar para perceber a beleza dessa linda pérola européia. Praga é considerada uma das mais belas cidades de Europa e a fama não é lenda. Ficamos no Hilton Old Town, ótima localização e serviço 10. Praga tem 2 probleminhas que temos que ficar ligados: o primeiro é a fama de enrolados dos taxistas e o segundo, para nunca descuidar da bolsa quando tiver passeando pela cidade. Por ser pequena e viver lotada de turista, fala-se muito desses "batedores de carteira". Bom, não tivemos problema, mas é o que se recomenda por lá.

Abrimos muito bem jantando no tradicional top Kampapark, fantástico. Vale a reserva com overview table, vista linda demais para a Ponte Carlos, um dos pontos turísticos mais importantes. Tudo é tão delicioso que pode pedir sem medo. Não esqueça da sobremesa, combinações incrivelmente perfeitas!

Fizemos um tour com  Martina, no amazon@volny.cz  (acho sempre bom) que custou $ 70 euros. Combinei um Private tour, mas tinha outro casal...tudo bem que o casal era super gente boa mas, enfim, bom deixar claro como será. Foi prático, conhecemos a história de Praga e depois só curtir a cidade linda demais. Caminhamos bastante no tour.

Para conhecer Praga tem que andar e sentir cada parte dessa romântica  cidade. Depois fomos para o Bed - Barzinho show, música lounge e adoramos tirar os sapatos e descansar nos maravilhosos sofás. Cerveja deliciosa, pouca opção de comida, mas tudo que pedimos tava delicioso. Wifi grátis, enfim, relax total.

  
Jantar no Cotto Crudo é certeza de uma noite agradável e gastronômica incrível (pode ser que vocês encontrem boas recomendações falando do Alegro - é o mesmo restaurante, mudou apenas de nome). A seleção de queijos, salames e parmas deles é top demais. E, para quem gosta de caça, recomendo a carne de veado. Fica no Four Seasons Hotel. 

Não deixem de sentar nos restaurantes da Praça do Relógio Astronômico, outro símbolo de Praga. A praça é cercada por barraquinhas típicas, barzinhos e restaurantes, muitos artistas de rua e é considerada uma das mais belas praças da Europa.  "Viaje" na arquitetura dos prédios em volta da praça - cenário de filme medieval.

O Trdelnik, doce local, é tipo uma rosca (delícia e super tradicional). Curtir esses mimos de Praga é muito show! Tem várias barraquinhas com comidas típicas espalhadas pela cidade. A Culinária local é maravilhosa!


A moeda local é a Coroa (CZK). Apesar de aceitar euro na maioria dos lugares, sempre bom ter um pouco da local. Super fácil trocar, existem vários Changes na cidade. Mas cuidado com excelentes câmbios, veja se tem comissão, que é taxa. Sempre pergunte se o valor oferecido é liquido, sem taxas.

O melhor shopping Center de Praga é o Palladium. Mas, o comercio de rua é super bom também. Na praça Venceslau tem varias lojas internacionais.  
Se tiver a sorte de pegar um dia lindo de sol, vale um almoço no Cowboys. Vista linda de Praga e comida deliciosa! Não demos muita sorte porque tivemos que ficar na parte de dentro, por causa da chuva. Mas, mesmo assim, super valeu! A carne é especialidade da casa, as entradinhas deliciosas e a cerveja gelada, raro na Europa.Não fomos mas foram bem recomendados: Alegro,  Pasta Fresca,  VZatise”

Comer bem...com dicas de uma expert! Tudo de bom.

 

 

Outlet Premium Salvador

Olá viajantes...dei uma fugidinha da minha rotina para ir conhecer e contar para vocês a minha opnião sobre o primeiro outlet inaugurado no Nordeste: o Outlet Premium Salvador. Para quem não sabe do que se trata, é um complexo de lojas, geralmente a céu aberto, com váááárias lojas e muitas muita muitas promoções. Parece perfeito né?

O de Salvador ainda é pequenininho, mas com uma área boa ainda para crescer. Para quem vem de Aracaju pela Linha Verde, fica logo depois do pedágio, do lado direito. Impossível entrar na capital baiana sem perceber o pórtico do local. Os que saem de Salvador, fica no Km 12,5 da estrada do Coco, em Vila de Abrantes, no Município de Camacari. O acesso é através do último retorno antes da Praça do pedágio (sentido praias-Salvador), Telefone (71) 3623-7000. Funciona todos os dias até as 21hs.

Inaugurou em 01 de outubro de 2013 e está muito bonito, com uma praça de alimentacão bem variada (Subway, Mac Donalds, Donatario, Bonapart, Companhia do churrasco, Ganache, Monalisa ...) e ótimas lojas (quase 50). Várias marcas badaladas estão por aqui: Bobstore, Le Lis Blanc, Aramis, Richards, Nautica, VR, Animale, Lacoste, Asics, etc...mas também há lojas mais populares como Michell, Aleatory, Hering, todas com promocões. E não é bom só para comprar roupas, algumas óticas (Sunglass Hut, Chilli Beans), coisas para nossa casinha (M Martan, Artex, Home & Cook, LG) e outras variedades também investiram na idéia.

Tudo bem que os preços não chegam nem perto das pechinchas dos outlets americanos (nossos impostos jamais permitiriam isso), mas há precinhos bem legais que compensam a visita. Eles anunciam 80% de desconto mas... comparei alguns precos e o que vi na maioria foi 10 a 30% a menos e até 50% em uma ou outra coisa.

Os que mais me chamou atencão foi na loja da Asiscs: o tênis Nimbus 14 custa R$ 499,00 (R$ 100,00 a menos que as lojas do shoping em Aracaju). E as roupas para malhar desta marca estão tentadoras...shortinhos de corrida por R$ 49,00 (tecido dry fit), além de blusas e blusões lindos e beeeeem mais baratos.

As lojas masculinas estão em maior quantidade e tem procurar as "sales"(mega descontos rsrsrs). As camisas pólos da Lacoste por aqui custam R$ 149,00 e as t-shirts Aramis, R$ 49,00!!! Não pude comparar os preços das lojas femininas porque com marido e filhos me escoltando...kkkkk...impossível! Mas como era para conhecer e passar para as pessoas loucas por viagem essa novidade quentinha...VALEU!!!

Então...quando vierem a Salvador façam um pitstop por aqui e saiam com "algumas"sacolas. Ah! Nos dias de chuva ou de sol a estrutura permite um ótimo passeio.

Aproveitem...porque "Chique é pagar pouco".